Apartamento – Vila Andrade – Fotos

Fotos de antes e depois da reforma.

Na sala de estar, foi rebaixado um forro em gesso (dry-wall) com criação de sanca invertida iluminada dos dois lados. Na parede atrás da TV, foram utilizados painéis em dry-wall (1,8cm) com frisos de 2cm. Os pontos elétricos, dois conduítes de 1 polegada e um reforço na alvenaria foram executados já prevendo a colocação de uma TV na parede, a uma altura aproximada de um metro (no eixo). Recebeu pintura com tinta acrílica fosca branco neve. Embutida em cortineiro, a cortina possui um forro black-out atrás de uma cortina leve, com riscos. A estante do home-office está em execução.

Na sala de jantar, a iluminação antiga (spots embutidos na laje) foi eliminada, assim como a moldura em curvas. Um lustre pendente com cúpula dupla, com voil preto por fora e tecido em linho por dentro, foi centralizado na mesa de jantar, que tanto pode estar paralelo ao espelho, como perpendicular a ele.  Possui 3 lâmpadas fluorescentes compactas com a luz em tom amarelo “dia”. O peitoril do passa-pratos era em granito e ultrapassava 15 cm da parede, roubando espaço da sala de jantar. Foi trocado por uma “viga” em madeira de demolição, com uma pequena pingadeira de 1cm de cada lado.

Na suíte do casal, abaixo e acima do espelho existente, foi criado um painel-cabeceira também em dry-wall, com frisos de 2cm a cada 25cm de painel. Os abatjoures foram substituídos por 2 arandelas em cúpula semi-circular, com um interrutor sob ela. O ponto para TV foi elevado a uma altura de 2m (eixo da TV) e uma placa de 60x60cm foi colada no local. O monitor-TV em LCD de 24″, possui um suporte com braço articulado que lhe dá melhor visualização.

Banheiro Rústico (mas nem tanto)

Estas fotos foram tiradas no chalé da Pousada dos Girassóis, em Cunha / SP.

A cuba redonda em cerâmica é de apoio, com uma torneira de bica alta de mesa, da Docol. A Base é em madeira de demolição. Espelho, porta- toalha, porta-sabonete, complementam a decoração rústica, ao lado de materiais de acabamentos, louças e metais contemporâneos.

Campo Belo 2 – Parte 2

Num espaço com menos de 6m² organizamos um layout contendo Lavabo, Área de serviço e Depósito. O Lavabo que antes ficava no fundo, foi trazido para a frente para separar melhor os ambientes. O tanque e a máquina de lavar roupa ficaram nos fundos e, para melhorar a iluminação, 24 telhas tipo francesa-paulistas foram trocadas por telhas de vidro, garantindo uma boa luminosidade ao local. Acima do lavabo e depósito, foi construída uma laje, otimizando o espaço e criando mais um local para depósito de materiais e utensílios menos utilizados. O novo varal foi fixado na parede, e novos armários serão acrescentados ainda à Área de serviço.

O lavabo de 1,00m de largura por 1,30m de profundidade, apesar de compacto, ficou bem distribuído. O azulejo branco de 15cm x 15cm assentado a meia-parede obedece à arquitetura original da casa. A cor verde cítrico na parede e o piso em cimento queimado, com uma peça em mosaico, garantem o toque de exclusividade ao ambiente. O tampo do lavatório é em madeira de demolição com acabamento rústico; a cuba em louça branca é um dos modelos mais compactos que existe no mercado, para sobrepor; uma torneira de mesa e bica alta complementa o conjunto. Na parede, um espelho ocupando toda a largura do lavatório amplia o ambiente e na parte de cima, uma prateleira em vidro recebe objetos decorativos.

A madeira utilizada no tampo  – peroba rosa – é bem resistente e foi extraída de demolições. Toda a parte em contato com os metais e a cuba foi bem vedada para evitar infiltrações, e pode ser mantida utilizando cera em pasta, sem perder seu aspecto rústico.

O mosaico em forma de flor foi elaborado com pastilhas de vidro do tipo “Fusing”, que é o resultado de queima de vidro reciclado em forno especial a alta temperatura, de fabricação artesanal. Suas bordas ficam arredondadas e, por isso, dão um belo resultado nesse tipo de aplicação.

 

Post Campo Belo 2 – Parte 1