Apartamento Modelo x Real

Este empreendimento, lançado em 2007 na zona sul de São Paulo, apresentou 2 apartamentos modelo decorado em seu show room de vendas.  A planta de 93m², possui como programa: 3 dormitórios (sendo 1 suíte), salas de estar e jantar, cozinha, área de serviço, lavabo, banheiros e um amplo terraço com churrasqueira. As fotos exibidas aqui, mostram um “Antes & Depois” interessante, com fotos do “Modelo x Real”, num apartamento decorado pelos próprios proprietários, com praticidade e bom gosto na escolha dos detalhes e acabamentos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aqui o terraço gourmet é grande destaque do projeto, ocupando uma área de, aproximadamente, 15m². Na decoração proposta pelos empreendedores, há a utilização de painel de madeira, coifa em aço inox e acabamentos mais nobres. O fechamento da área em vidro é praticamente obrigatório para utilização deste ambiente como uma área de convívio.
A sala de estar foi apresentada aberta, integrada à cozinha e com 2 ambientes de estar. No dia a dia, porém, as famílias acabam necessitando do terceiro cômodo.
Na cozinha, a quantidade de armários é grande e contrasta com a decoração minimalista do decorado.
A área de serviço modelo apresentou tampo em granito preto com a máquina de lavar sob ele, com tanque embutido. No apartamento real, a posição das peças se inverteram, assumindo também outros detalhes construtivos desenvolvidos posteriormente ao lançamento.
Os banheiros do apartamento modelo foram personalizados quanto aos acabamentos e na solução do tampo com cuba de apoio. No apartamento real, um gabinete maior, inclusive com armário atrás do espelho, são soluções práticas de marcenaria.
O dormitórios dos filhos recebe toda a atenção no apartamento modelo, com nichos iluminados, papel de parede, molduras e móveis personalizados. No apartamento real, a preocupação é com o espaço, com a setorização das atividades, do onde dormir, onde estudar, onde armazenar as roupas e brinquedos, de forma agradável e confortável.
O quarto da casal é uma combinação de elementos fixos: painéis, espelhos, cabeceiras, criado-mudo com elementos decorativos: colchas, almofadas, iluminação, objetos.

Ter opção é uma opção…

Antigamente utilizávamos aquela folha quadriculada, onde cada quadrado correspondia a meio metro e recortávamos os móveis na proporção desses quadrados. Todo esse quebra-cabeça servia para estudar as diversas opções de layout de um ambiente. Desenhar várias opções em papel manteiga também é algo que faço muito, onde o lápis, a régua e o papel fazem parte de um exercício de matemática e geografia em 2D. Sem contar o lado psicológico e comportamental da coisa.

É na fase dos estudos preliminares que devemos esgotar todas as possibilidades de um projeto. Nesta fase de criação é que surgirão as idéias de mudanças radicais ou atitudes mais conservadoras. E é importante um tempo para amadurecer as idéias antes de começar o quebra-quebra, principalmente numa época onde é tão importante o não disperdício dos bens naturais e a não geração de lixo.

E o que tenho observado: A cozinha integrada à sala é um sonho de consumo, bem como o fogão em ilha, o fogão tipo cooktop, o side by side e a linha inox de eletrodomésticos. Salas amplas e de multi-uso são uma tendência. TV no quarto é uma polêmica. Churrasqueira na varanda é um privilégio de poucos, mas nem todos apreciam a idéia. Acabamento de banheiros e cozinha ainda é um tema controverso: todos detestam o granito cinza, mas por que será que as construtoras ainda o utilizam? Imaginem quantos tampos de granito e cubas ovais vão parar nas caçambas? Cores na parede foi, nos últimos anos, algo abolido. Hoje é um colírio de alegria aos olhos e à alma. E viva o toque pessoal, os bibelôs e os badulaques!!!

 

Pout Pourri de Opções de plantas

Este slideshow necessita de JavaScript.

Venda de Casas – Dicas de Produção

Achei esse blog sobre o mercado imobiliário interessante, com dicas diretas e simples. Tomei a liberdade de traduzir uma postagem sobre como vender as casas, que é algo que vemos muito nesses apartamentos decorados – muita organização e impessoalidade. Um cenário que vende, pois todos nos imaginamos morar ali, com o home office, o quarto da menina meiga, o quarto do menino esportista e a suíte do casal dos sonhos.

Site: http://fsbo.fizber.com/page/6/

Para tornar a sua casa mais atraente do que todo o resto, considere produzí-la como um cenário. Você pode contratar um “cenografista” profissional para fazer o trabalho para você, ou você pode fazer muito do trabalho sozinho.

As duas regras principais aqui são: “desbagunçar” e “despersonalizar” as casas para que outras pessoas possam se imaginar vivendo nelas.
Casas que são desprovidas de desordem são mais fáceis de vender. Uma casa que é de bom gosto, caprichada e imaculada será mais atraente para potenciais compradores de casas do que uma casa que está bagunçada, desordenada e com a grama crescida. Uma casa mal cuidada vai colocar rapidamente as pessoas para fora e elas vão procurar outro lugar.
Remover fotografias pessoais das paredes e estantes, e manter apenas alguns itens decorativos.
Se você puder pagar, contrate um cenografista profissional para ajudá-lo a configurar sua casa para uma casa aberta – “Open House” – e depois mantê-lo dessa maneira para cada casa aberta que você fizer até que a venda!
Nós, em Fizber, odiamos salas desorganizadas. Você não?
Infelizmente, a cenografia não é uma bala de prata. Não vai resolver o drama de estar no mercado há vários meses se o seu anúncio tem um preço demasiado elevado.