Restaurante – Centro Comercial Alphaville

Para quem quer conhecer um centro de compras e serviços a céu aberto, o Centro Comercial  Alphaville é o lugar certo. Com ruas e calçadas estreitas, fachadas grudadas uma às outras, entremeadas por uma ou outra pracinha, é um pequeno labirinto, muito frequentado durante a semana, e tranquilo aos fins de semana. Estima-se que mais de 40 mil pessoas passem por lá diariamente (site: http://www.centrocomercial.com.br/ ).

O edifício deste Restaurante possui 3 andares: térreo, 1º superior e 2º superior, sendo os 2 primeiros andares ocupados pelos salões de atendimento e o terceiro andar ocupado pela cozinha e áreas técnicas. A concepção dos espaços, que passariam por intensa reforma, era de otimizar o espaço destinado aos salões de atendimento, tornando o ambiente moderno e aconchegante, buscando também aliar o tema do restaurante aos ambientes e uma cozinha contemporânea deliciosa!

PLANTAS E FACHADA

Planta de layout de mobiliário

Planta de layout de mobiliário

Forro e pontos de iluminação

Forro e pontos de iluminação
Situação Antes da Reforma

Situação Antes da Reforma

A fachada antes da reforma estava pintada da cor lilás, remetendo ao nome do antigo restaurante. A proposta de projeto era dar uma identidade visual ao edifício como um todo – não somente o andar térreo, dando um ar de modernidade, “envelopando” a fachada, sem grandes interferências construtivas.

Estudo e proposta de fachada nova

Estudo e proposta de fachada nova

Com um simples brise de madeira, a antiga fachada típica dos anos 80 se transformou completamente, embora se tenha mantido as linhas originais arquitetônicas. A cor escolhida para a fachada foi o branco, para um maior destaque ao novo elemento da fachada.

Fachada nova, com brise de madeira

Fachada nova, com brise de madeira

Fachada nova, com brise de madeira

Fachada nova, com brise de madeira

Nova fachada, com letreiros e comunicação visual novos

Nova fachada, com letreiros e comunicação visual novos

Vista interna do brise de madeira, no salão do 1º pavimento

Vista interna do brise de madeira, no salão do 1º pavimento